Esta cidade que era a sua oferecia-Quote By António Lobo Antunes

Esta cidade que era a sua oferecia-lhe sempre, através das suas avenidas e das suas praças, o rosto infinitamente variável de uma amante caprichosa que as árvores escureciam do cone de sombra dos remorsos melancólicos, e acontecia-lhe tropeçar nos Neptunos dos lagos como um bêbedo se encontra, ao sair de um candeeiro, com o queixo feroz de um polícia sem humor, culturalmente alimentado pelos erros de gramática do cabo da esquadra. Todas as estátuas apontavam o dedo na direcção do mar, convidando à India ou a um suicídio discreto, consoante o estado de alma e o nível do desejo de aventura no depósito da infância (…)
: António Lobo Antunes, Memoria de elefante