A long time ago-Quotes By António Lobo Antunes

A long time ago, I read in a book that a woman’s homeland is wherever she fell in love.

: Antonio Lobo Antunes, The Fat Man and Infinity: And Other Writings

Движението на мамините куки, нижещи пуловери с дрънкане на домашни рапири, притежава за мен неизчерпаемото очарование на огъня в камината или на морето, чието вечно различно еднообразие ме хипнотизира.

: António Lobo Antunes, Os Cus de Judas

esse homem que morava numa garrafa de uísque como os barcos dos colecionadores

: António Lobo Antunes, Memoria de elefante

Quando um coração se fecha, faz muito mais barulho do que uma porta.

: António Lobo Antunes

sempre que passamos por esta fotografia a minha mulher a demorar-se numa espécie de sorriso voltado na direcção da infância

: António Lobo Antunes, Eu Hei-de Amar uma Pedra

O que eu gostava de poder encher os livros de silêncio, e tender cada vez mais de silêncio, e que as palavras estivessem carregadas de silêncio de maneira a que o leitor as pudesse encher como quisesse.

: António Lobo Antunes

I thought, Hatred is vital to good health, and I thought, To find ourselves in harmony with the world is a lethal infection.

: António Lobo Antunes, Act of the Damned

Os romances maus contam histórias, os bons romances mostram-nos a nós mesmos.

: António Lobo Antunes

Tanto ruído no interior deste silêncio: são as vozes dos outros a falarem em mim, pessoas de quem gostei, pessoas que perdi, gente que tenho ainda.

: António Lobo Antunes , Quarto Livro de Crónicas

Mentre io piango come piangono i pini dentro la brocca di resina senza che nessuno se ne accorga […]

: António Lobo Antunes, The Inquisitors’ Manual

Quando cresceres compreendes

confiante

Quando cresceres compreendes

e os castanheiros toda a noite a discursarem acerca do modo como a terra nos despreza acabando por expulsar-nos (…)

: António Lobo Antunes, Sôbolos Rios Que Vão

Ca să scrii, nu trebuie să fii inteligent. Tre­buie să fii un idiot sclipitor.

: António Lobo Antunes